InícioBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe
 

 Sanctus

Ir em baixo 
AutorMensagem
Goenitz
WAW Wrestler
Goenitz


Sanctus Empty
MensagemAssunto: Sanctus   Sanctus EmptyQui Mar 26, 2009 2:06 pm

O som portentoso e claro de um coro evangélico ecoa divinamente por entre as paredes rochosas de uma larga montanha. No topo desta, por entre pradarias verdejantes sem fim, situa-se uma bela igreja rústica. Nas suas paredes denota-se imensa história. Cada pesada pedra de granito, sobreposta à anterior, contava um conto diferente. E é desta mesma igreja que tal som majestoso é originário.

O Sol incide levemente com os vitrais da igreja, e dentro desta é solta uma panóplia de cores intensa e divina. Pode ver-se um coro de crianças e adultos que canta temas em Latim antigo, a língua morta. E à sua frente, com uma calma inebriante, encontra-se um homem que sorri, e se sente satisfeito com o que vê.

Vestindo largas vestes azuis, o seu cabelo loiro brilha como centeio, reluzindo com a luz do Sol. Mantém as suas duas mãos no ar, dando indicações ao coro. E finalmente, baixa-as calmamente. Ao seu comando, todos se calam e o fitam. Ele bate palmas calmamente, contemplando o olhar de satisfação dos presentes.


Goenitz (Sorrindo largamente): Estão de parabéns. O vosso coro é meramente divinal. Vós sois, verdadeiramente, a voz dos anjos.

O coro rejubila ao ouvir tais palavras.

Goenitz (Carregando a sua expressão): Contudo ... tenho más noticias a dar-vos.

As caras de alegria prontamente desaparecem, tomando uma expressão apreensiva.

Goenitz (Tristemente): Meus amigos, é com pesar que vos digo ... que a minha missão aqui, está completa. Tal como já não tenho nada mais a aprender, não tenho nada mais a ensinar-vos.

Um suspiro de espanto ecoa pela igreja. Um pequeno petiz desce um par de degraus, e dirige-se a Goenitz.

Rapaz (Agarrando-se à perna de Goenitz): Mas padre ...

Goenitz, sorrindo, levanta a criança do chão e deposita-a no seu ombro.

Goenitz (Sorrindo): Não temas ... (Faz um sinal às pessoas que se encontravam dentro da igreja) Sigam-me.

Goenitz abre, com uma mão, as largas portas de madeira que eram a entrada da igreja. Fora desta, o Sol continuava a reluzir, e pombas brancas davam a sua graça aos céus azuis. Goenitz põe a criança no chão, e deposita-lhe um beijo na testa. Após isto, anda sozinho para uma encosta da montanha.

Goenitz (Abrindo os braços, olhando o céu): Meus amigos ... este mundo, é vosso para explorar. É um livro carregado de folhas em branco, à espera da tinta que nele escreva. Ensinei-vos tudo o que sabia. Toda a ideologia, toda a teologia ... e vocês fizeram as vossas escolhas, cada um à sua maneira. Agora, que vos deixo ... espero que abram as vossas asas, e voem o mais longe possível.

As pessoas olham para Goenitz, emocionadas. Tinha sido como um salvador para elas, que as tirara da escuridão, que as salvara da ignorância. E então, partia, por entre pranto e lágrimas de amizade. Goenitz virara costas, e seguia pela rústica estrada que delineava a montanha.

Goenitz (Abrindo o seu livro, começando a ler): "E agora, de encontro ao meu novo destino ..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Goenitz
WAW Wrestler
Goenitz


Sanctus Empty
MensagemAssunto: Re: Sanctus   Sanctus EmptySeg Mar 30, 2009 1:08 pm

Um avião de tamanho grandioso sobrevoa o mar, que brilha vítreo sob a luz quente do Sol. O ruído ensurdecedor das turbinas quebra o silêncio que se impunha nas marés calmas. E no entanto, dentro de tal pássaro metálico, um homem contempla o céu, que resplandecia as suas cores celestes.

" Majestoso, o reino dos céus. "

Goenitz, sentado calmamente a ler o seu livro, desvia o olhar por uma pequena janela, e vê o Sol, que brilhava alto. Era uma vista que lhe aquecia a alma, e que lhe colava um mero sorriso à cara. Do nada, uma pequena rapariga que se dispunha sentada ao lado deste, começa a olhar para o livro de Goenitz, com um olhar perspicaz.

Rapariga (Num tom inquisidor): Qué que está a ler, senhor ?

A mãe desta prontamente puxa a rapariga para si, e começa a dar-lhe um leve sermão pela sua pergunta.

Mãe (Num tom maternal): Ana, não aborreças o senhor com as tuas perguntas tolas. Não vês que quer estar sossegado ?

Goenitz sorri largamente, e fala num tom jovial.

Goenitz (Dirigindo-se à mãe da criança): Não tem mal algum. As crianças têm uma mente inquisidora, e é assim que deveria ser sempre. Alguém que se questione permanentemente, encontrará sempre uma resposta às suas questões.

Goenitz abre o livro à frente da criança, e mostra-lhe uma página repleta de instruções e figuras variadas.

Goenitz (Para a rapariga): Como podes ver, estava apenas a estudar um bocado sobre uma arte que pratiquei durante largos anos da minha vida. É um excelente passatempo, por assim dizer. A arte ancestral do Origami.

Rapariga (Franzindo o sobrolho): E o qué que consegue fazer disso ?

Goenitz sorri mais uma vez. Arranca uma folha de um bloco que tinha perto de si, pois não quereria conspurcar o seu estimado livro, e começa a dobrá-la calmamente, cada dobra feita com uma suavidade e leveza superior à anterior. No final, o resultado é um pequeno cisne branco, belissimo. A pequena rapariga fica a olhar para a figura como se fosse algo feito de cristal.

Goenitz (Rindo perante a admiração da jovem): Bonito, não é ?

Rapariga (Ainda olhando a figura, perplexa): Muitíssimo, senhor.

É nesse preciso momento que o capitão passa a mensagem de aterragem aos passageiros, e lhes pede para se dirigirem à saída.

Goenitz (Pousando a mão na cabeça da jovem): É teu.

A rapariga olha para Goenitz com um olhar admirado.

Rapariga: A sério senhor ? Todo o trabalho que teve a fazê-lo ...

Goenitz solta uma gargalhada.

Goenitz (Levantando-se do seu assento): A dificuldade que tive em fazê-lo, é a mesma dificuldade que sinto ao dar-to. Ou seja, nula. Fica com ele, é um presente meu.

Goenitz segue para a saída do avião. Após uns passos no aeroporto, recolhe a sua mala, e dirige-se à saída, a passo calmo. Vê as ruas apinhadas da cidade, as pessoas deambulando apressadas, o ruído dos automóveis ... e sorri.

" E agora ... por onde começo ? "
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Sanctus
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
World Attitude Wrestling :: WAW.com :: Promos-
Ir para: